sexta-feira, 19 de abril de 2013

Suplica


É pedir demais?
Será que é tão dificil assim, criar um acaso,
que remova a vida de um ser..
Dono do mundo,
tens tamanha facilidade para resolver o meu pedido
e porque não resolve?
Que valor eu tenho para o mundo?
Que diferença eu faço nesse chão?
Nenhuma, nada, Zero.
Só mais uma, poderia ser: só menos uma!
É uma suplica.

Não quero ficar


E olha só que estranho.
Eu não estou triste,
Mas ainda não vejo motivo para esse negócio de viver.
É meio tanto faz
To aqui, hoje, porque além de não ter motivo pra viver,
também não tenho coragem de me tirar a vida.
Medo de possíveis consequências..
Fico rezando para estar no caminho certo na hora certa,
para que então tudo se acabe.
Espero esse momento anciosamente.
Deixar esse mundo todo pra lá,
Apagar tudo.

Que injustiça...
Tirar a vida de crianças inocentes que tinham tudo pela frente,
e me deixar aqui..
Mesmo eu não querendo ficar.

terça-feira, 2 de abril de 2013

Confie em si mesmo

"Tem gente que machuca os outros, Tem gente que não sabe amar.
Tem gente enganando a gente, veja nossa vida como está.."

Esperando esse Sol voltar então..
Antes que a escuridão consuma tudo.

Sonhos.

Um sonho de alcançar os céus.
Afastar os problemas.
Apagar as dores.

Viver em paz, ou então, Deixar de viver.
Tanto faz.
Só deixar essa guerra para trás.



Senhor


Cada vez que penso ter chego ao fundo do poço,
vem alguém e me empurra um pouco mais para me mostrar que é possível ser pior.
Será que já não basta?
Ainda não é suficiente?

Senhor,
se é para me afundar, me afunde então em algo menos corrosivo.
Afundar em si mesmo é triste demais, ainda mais assim, tão friamente, acordada.
Afunde-me então em alguma droga, que me afaste da minha realidade.
Me permita essa dádiva.

O senhor sabe o quanto tem sido difícil,
trabalhar a própria mente, buscar a própria cura,
se auto-resolver.
Apenas uma menina, Senhor.
Porque tantas dores?
Quanto tempo mais viverei nessa tortura? Queria tanto estar em teus braços..



Não quero mais ficar

Dias em que você tem que parar para refletir.
Pensar em tudo que é certo ou errado.
Decidir o que te faz bem e o que te faz mal.
Tão sensível que o  tocar de uma música lenta já te faz chorar.
 Uma guerra travada entre a mente e o coração,
Um turbilhao de ideias na cabeça,
E no fim ainda estou em silêncio.

Dias em que você pensa em deixar tudo pra lá,
Sumir, evaporar.
Dias em que você sente o coração bater de forma estranha,
doído, cansado.

Vontade de ir para o lugar mais escuro possível,
Sentar e abraçar os joelhos,
abaixar a cabeça, e esperar que a chuva venha.
E quando o anoitecer for embora,
que ao menos ele me leve junto.
Porque neste mundo eu não quero mais ficar.