quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Caminhar

Caminhar,
Seguir,
Aceitar.

Palavras que inundam a mente,
machucam o coração!

Nestes últimos dias,
a alma tem pesado nos ombros,
tem sido um fardo difícil de se carregar.
A vida tem mostrado verdades que só sabem ferir.
Muita gente para derrubar,
mas ninguém com a mão estendida para te ajudar  a levantar.

Nas ultimas horas,
os olhos encheram de lágrimas diversas vezes,
o frio na barriga ainda não cessou,
tem sido difícil controlar.

Meu amor,
se eu disser que não é você, sou eu...
Será muito clichê?!

Perdi o nosso sabor!!
Esqueci a nossa essência.
Apaguei a nossa imagem.
E agora sofro.
Não quero um fim, não quero que isso nasça em mim!!!
Mas não sei mais, como controlar essa angústia?
Como voltar para o dia em que te conheci?
Como faço para voltarmos a ser o que um dia fomos?

Que Deus possa hoje estender a mão sobre nós.
Que tudo ocorra como prescrito pelas tuas palavras Senhor.
Que a Vossa vontade seja feita.
Sem mais.
Te peço paz!