segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Nada

Todas as noites sem dormir
Todas as madrugadas eu venho aqui.
Venho procurar respostas,
Nas minhas próprias perguntas.
Tentando entender a vida,
Procurando um sentido,
Um motivo para continuar.

Quem é capaz de viver feliz, estando sozinho e vazio?
Olhar pro lado, e não ver ninguém...
Não ter ninguém para dividir os acontecimentos da vida...
Ninguém para conversar, rir ou qualquer coisa.

Coração vazio.
Alma vazia.
A mente, como sempre, explodindo.

Mais uma vez, eu te pergunto, Meu Deus..
Qual é o sentido disso? Por que eu tenho que continuar?

Nenhum comentário: