quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Adeus



A vida está mudando,
Está alterando a rota bruscamente,
E eu sinto que esta é a hora de me despedir de algumas coisas,
Me despedir de algumas pessoas também...
 Preciso encerrar este ciclo, talvez até enterrá-lo.

Meu bem, meu amor, meu ex-eterno amor.
A dois dias venho pensando em você,
algumas músicas falam sobre você na minha mente.
Mas não venho hoje dizer que te amo, te desejo e te quero de volta.

Hoje NÃO, não mais.

Parei para pensar que só te procuro quando tudo dá errado,
que você não é o meu porto seguro,
E sim o meu escape.

A pessoa que eu finjo amar, quando me sinto só.


A vida já cansou de me dizer que isso nunca daria certo,
Todos ao meu redor me alertaram.
Suas atitudes já me provaram isso inúmeras vezes.
Mas eu insistia.
Eu achava que sabia o que estava fazendo.
Estava tentando..


Somos o Sol e a Lua,
e eu sempre desconfiei.

Preciso te dizer adeus,
De uma vez por todas,
Um eterno adeus.
E isso não é fácil,
Isso machuca,

Mas é necessário
Admitir para mim e para todos,
Que esse jardim encantado eu mesma inventei.
E não é real.

Obrigada B. por me magoar durante tantos anos, por me trair, me ofender tantas vezes, me colocar para baixo...
Com isso você me mostrou, que existem pessoas más neste mundo,
Mas me mostrou também que existiam algumas pessoas incrivelmente boas
Me esperando.

E lá vou eu...
Ser feliz.


Você fez isso tudo ser muito mais valioso hoje.
Adeus
Você nunca foi.

Nenhum comentário: