sábado, 16 de abril de 2016

Que é você?



Só desta vez eu preciso esquecer essas poesias,
preciso desta página hoje, como um diário.
Um diário secreto publicado.

Tenho quase 22 anos, e a 9 anos eu venho me ferindo.
De diversas formas, por vários motivos.
Tenho alguns problemas, é hora de admitir.
Minha mente é confusa, é bagunçada, perturbadora.
Eu sou triste, muito triste e, feliz, muito feliz.
Nervosa, inquieta, falante, ansiosa,
E
Amorosa, amiga, fiel, companheira.
Entende o problema?

Eu amo filmes de Dramas, amo filmes de pessoas com transtornos..
Mas é porque eu me assisto lá.
Cenas em que a pessoa tenta pular de um prédio, mas algo a salva..
E eu lembro de quantas vezes "algo me salvou"
Quantas vezes só o medo me salvou.
1% a mais de coragem e eu já não estaria aqui a muitos anos.
E por qual motivo?

A falta de motivo pode ser considerada um motivo?
As vezes eu perco o motivo da vida.
Saio do trilho, eu acho.
Ou, posso dizer que as vezes estou ocupada demais para pensar nos motivos da vida,
Mas que na verdade eles nunca existiram.

Escrever as vezes ajuda, as vezes complica.

Queria mesmo é dizer que hoje eu estou bem,
Anestesiada.
Tentando não pensar nos motivos, não pensar em nada..
Mas, eu sou uma bomba relógio,
Eu quase posso ouvir o "tic tac" interno.

Fearless é uma ova.. eu sou medrosa.
E é por medo que eu estou aqui hoje.
Medo de mim mesma.

Nenhum comentário: